O que fazemos

Ações

As ações consistem em atividades estratégicas, que buscam de maneira contínua o fortalecimento e a elaboração de novos projetos e serviços. A Motirõ possui as seguintes ações em andamento:

Grupo Artemisa:

Ampliando a discussão e ação sobre questões relacionadas à gestação, parto e criação de filhos, através de uma rede de apoio.




Grupo SAF's:

Formação de uma rede de organizações locais de apoio ao desenvolvimento dos Sistemas Agroflorestais no Litoral do Paraná.







Acesso a informação:

Encontre em nossos Blog´s, conteúdos relevantes para reflexões sobre a interação entre seres humanos e ambiente. Neste link você encontrará os Blog's do Grupo Artemisa, Redes de Comercialização e Sustentabilidade, além de uma biblioteca contendo textos e materiais audiovisuais.




Escritório de Projetos:

Mantemos uma equipe dedicada a elaboração de projetos para dar suporte a nossas atividades.

Projetos

Os Projetos são atividades com objetivos específicos e desenvolvidos em um período de tempo determinado. Estes podem ser desenvolvidos através de mobilização de recursos próprios ou de patrocinadores. A Motirõ possui os seguintes projetos:

Projetos em andamento:

Agroflorestas II:

O Projeto Agroflorestas II: Manejo, Pós-produção e Construção do Conhecimento em Sistemas Agroflorestais Multiestrata Agroecológicos, é um projeto coordenado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA e desenvolvido em colaboração com uma rede de organizações públicas e do terceiro setor, que visualizam nas práticas relacionadas ao desenvolvimento dos sistemas agroflorestais, o segredo para conciliar, produtividade, soberania alimentar das populações rurais e proteção do meio ambiente. Assim esta rede de organizações visa discutir e sistematizar os conhecimentos acerca das técnicas agroflorestais; os benefícios desta produção para o meio ambiente; para os agricultores e para os consumidores de produtos ecológicos. A Motirõ Sociedade Cooperativa está responsável neste projeto por estudar a absorção dos produtos agroflorestais no mercado local. Esta pesquisa se iniciou observando a dinâmica dos mercados governamentais e posteriormente procurará direcionar o olhar para outros mercados.

Caminhadas na Natureza – Paranaguá:

A Caminhada na Natureza é uma atividade fomentada no Brasil pela ONG ANDA BRASIL e pela Confederação Internacional de Esportes Populares – IVV, que orientam a formatação dos Circuitos, credenciando-os internacionalmente. A ANDA BRASIL já tem em seus cadastros mais de 700 circuitos e seus eventos tem média de 300 caminhantes. No Litoral do Paraná já existem caminhadas anuais nos municípios de Matinhos, Morretes e Pontal do Paraná, a proposta deste projeto é o de motivar a organização da caminhada a partir do ano de 2015 em um trajeto a ser realizado no entorno da PR 508, rodovia Alexandra Matinhos. Esta iniciativa surgiu com a realização do Projeto SAL, desenvolvido pela Motirõ entre os anos de 2012 e 2014 com o patrocínio da Petrobras e conta com a parceria da EMATER, da UFPR e da Prefeitura de Paranaguá e Fundação de Turismo de Paranaguá.

Organização Soberana:

O projeto Organização Soberana contribuirá para o empoderamento de mais de 100 famílias agricultoras da região. O principal enfoque da proposta se dá na atuação junto à Associação de Produtores Rurais de Paranaguá – APRUMPAR, localizada na Colônia Maria Luíza. O Projeto visa potencializar a inclusão produtiva e sustentável e desenvolver processos educativos que promovam o empoderamento dos atores envolvidos. O projeto é composto por ações de assistência técnica produtiva, para aprimorar os processos de comercialização e compartilhar as experiências entre os participantes. Os beneficiários participarão de formações em empreendedorismo social e gestão administrativa e financeira da associação, elencado pelos beneficiários como algumas das principais fraquezas do grupo. O processo de formação de uma organização soberana tem como premissa aprimorar os laços comunitários e as relações de trabalho dos envolvidos, atuando em rede e adotando posturas mais humanas, participativas e menos hierárquicas, capazes de reconhecer as necessidades de seus membros.


Projetos já Realizados:

Redes de Comercialização I:

O Projeto Redes de Comercialização: consolidando vínculos entre agricultores(as) e consumidores(as) de produtos agroecológicos no litoral do Paraná, foi desenvolvido nos anos de 2013 e 2014, com o apoio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior – SETI, do Governo do Estado do Paraná. Atuou especialmente em temáticas relacionadas ao acesso a mercados e à comercialização, visando contribuir na organização de grupos de agricultores e de consumidores de produtos agroecológicos da região, bem como no estímulo a reflexões sobre consumo consciente e responsável.



Grupo Guapuruvu:

As atividades do Grupo Guapuruvu foram desenvolvidas durante os anos de 2011 e 2012, e tiveram como objetivo propor metodologias de ensino embasado nos princípios da arte-educação e na conservação do ambiente, visando atender as necessidades locais de ordem social, cultural, econômica e ambiental, auxiliando na resolução de problemas regionais e na contribuição do bem-estar e qualidade de vida. No período foram realizadas apresentações do teatro “O Sumiço da Mandaçaia” e diferentes locais, a confecção de atividades lúdicas educativas e encontros do grupo de estudos sobre Educação, Arte e Espiritualidade.




Projeto SAL:

O Projeto SAL foi desenvolvido pela Motirõ entre os anos de 2012 a 2014, na área rural do município de Paranaguá, teve patrocínio da Petrobras, através do programa Petrobras Desenvolvimento e Cidadania e parceria com UFPR Litoral, ICMBio, APRUMPAR, Prefeitura de Paranaguá e Instituto MABI LaGOE. O objetivo do projeto foi aprimorar pequenos empreendimentos familiares e fomentar a criação de um coletivo, ampliando a geração de trabalho e renda na região.

Serviços

São atividades pontuais comercializadas para os diferentes atores que se relacionam com a cooperativa, desenvolvidas para a resolução de problemas ou aprimoramento de suas ações. Atualmente a Motirõ oferece assessorias para prefeituras e organizações do terceiro setor, realização de oficinas, atendimento á gestantes e comercialização de produtos da agricultura familiar.

Assessoria para Prefeituras:

A partir do ano de 2007 com a implantação do Sistema Nacional de Convênios – SICONV a profissionalização para a elaboração de projetos e execução de convênios federais passou a ser a condição fundamental. Os aspectos técnicos evoluíram, possibilitando aprovação com base na qualidade técnica de cada projeto, equivalendo-se aos aspectos políticos. Historicamente as prefeituras dos municípios de médio e pequeno porte, apresentam dificuldades para qualificar e manter seus profissionais, o que acarreta em grande dificuldade na elaboração de seus projetos estratégicos. Desta forma a Motirõ Sociedade Cooperativa, através de sua atuação focada e compromissada com o Litoral do Paraná, busca compartilhar sua experiência na elaboração de projetos aos 10 anos de experiência da empresa catarinense Logos Assessoria em Gerenciamento de projetos em organizações públicas. Com atuação baseada em valores a Motirõ em parceria com a Logos Assessoria visa oferecer o serviço de Assessoria para Prefeituras em Captação de Recursos e Gerenciamento de Projetos aos Municípios da região, fortalecendo ainda mais as estratégias de Desenvolvimento Territorial.

Cursos e Oficinas:

A Motirõ Sociedade Cooperativa promove periodicamente em sua sede e em instalações de parceiros a realização de cursos e oficinas. Esta iniciativa visa capacitar e empoderar os diversos atores e demais interessados através de processos formação e construção de novas aprendizagens. Estas atividades formativas são divulgadas em nosso site (motirõ.org) e através das redes sociais. O valor das inscrições pode ser pago através de cartão de crédito, débito, boleto bancário ou pessoalmente em nossa sede. A taxa de inscrição tem por finalidade a manutenção do espaço, pagamento de ministrantes dentre outros custos, como coffe-break, materiais de apoio e demais serviços que proporcionem um melhor proveito aos participantes.

Além das atividades formativas desenvolvidas pela Motirõ, a cooperativa também abre sua sede para que você desenvolva seu trabalho conosco. Para mais informações acesse: OFEREÇA CURSOS CONOSCO.

Redes de Comercialização

Através deste Portal a Motirõ oferece para os moradores dos municípios de Matinhos e Pontal do Paraná, uma grande variedade de alimentos orgânicos e produtos da economia solidária. O objetivo desta ação é estabelecer uma relação justa de consumo, sendo, um atraente canal de comercialização para os produtores que temos contato e uma referência para os consumidores que buscam saúde e responsabilidade social. Os pedidos são realizados exclusivamente pelo site e são entregues quinzenalmente a domicílio nos municípios citados. Atualmente o portal consta com mais de 350 itens cadastrados de dez produtores, estão entre os principais produtos: alimentos em geral, higiene e beleza, apicultura em geral, chás, adubos, mudas e artesanatos. Encontre também conteúdos sobre consumo consciente, agroecologia, produção orgânica, agricultura familiar, alimentação saudável, economia solidária e curiosidades.

Massagem para gestantes:

A massagem realizada durante a gestação pode amenizar os desconfortos físicos como dores nas costas, lombar e pernas. Os movimentos leves e circulares em todo o corpo da gestante são capazes de potencializar o humor e o astral estimulando a liberação de uma substância conhecida por causar a sensação de bem-estar, as endorfinas.

Oferecida pelo Grupo Artemisa a massagem é praticada de maneira cautelosa, considerando também os limites do corpo e gestação de cada mulher. Além disso, estas massagens: estimulam a circulação de todo o corpo; amenizam a fadiga muscular; reduzem o aparecimento de câimbras; oferecem benefícios emocionais; maior qualidade do sono e maior atenção à respiração, tranquilizando a mãe e o bebê, proporcionando a serenidade materna.

Atuação em Colegiados

Os conselhos gestores de políticas públicas são canais de participação da sociedade civil, possibilitando contribuir para a construção de uma realidade mais justa e democrática . A importância dos conselhos está no seu papel de fortalecimento da participação democrática da população na formulação e implementação de políticas públicas adequadas a sua região. Além disso os conselhos dentre seus objetivos, tem a função de fiscalizar o desenvolvimento e aplicação de políticas públicas e demandar/construir projetos de desenvolvimento.Assim a Motirõ através de sua participação nestes colegiados,visa contribuir para o desenvolvimento territorial. Atualmente a Motirõ participa nos seguintes colegiados:

CORDRAP

O Conselho Territorial de Desenvolvimento Rural, Pesqueiro e de Artesanato do Litoral do Paraná é o colegiado que discute as estratégias territoriais de desenvolvimento. Fundado em 2005, o colegiado formado por representantes de agricultores, pescadores e artesãos dos sete municípios do Litoral Paranaense; instituições públicas das esferas federal, estadual e municipal; e organizações de ensino e do terceiro setor. O CORDRAP é reconhecido como um “Território da Cidadania”, política pública desenvolvida pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, com a finalidade de atuar estrategicamente no desenvolvimento de territórios com histórico de baixo IDH e regiões de fronteiras. O CORDRAP elaborou e mantém atualizado o Plano Territorial de Desenvolvimento Rural e Sustentável do Litoral do Paraná, este plano é utilizado para pleitear recursos estaduais e federais para a melhoria da qualidade de vida da região e aprimoramento das cadeias produtivas existentes na região.

GRUPO SAFs LITORAL

Os sistemas agroflorestais - SAFs se constituem em um sistema técnico de produção de alimentos associado com os princípios da sucessão natural (onde uma espécie sucede a outra ao longo do tempo), da estratificação (onde cada espécie ocupa um andar -altura- diferente) e da complexidade (aumento da diversidade e da cooperação entre as espécies). Tais sistemas estão sendo praticados no litoral do Paraná desde o ano de 2006, e em 2011, houve a ampliação das áreas de produção de alimentos através das Agroflorestas. Em detrimento do aumento das áreas, diversas organizações públicas e da sociedade civil começaram a se mobilizar e formar um arranjo organizacional com o objetivo de dar apoio ao desenvolvimento dos SAFs na região. A Motirõ Sociedade Cooperativa compõe este arranjo e contribui na produção de conhecimentos junto aos agricultores agroflorestais. Múltiplos são os aspectos trabalhados na produção de conhecimento dos SAFs, como por exemplo, a produção, o beneficiamento, a distribuição e a comercialização dos produtos provenientes deste modelo produtivo.

CONSELHO PNSHL:

O Conselho Consultivo do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange foi oficialmente criado pelo ICMBio, por meio da Portaria nº 37, de 25 de junho de 2008. O processo de formação foi conduzido pelo Instituto de Ecoturismo do Paraná (IEPR) em parceria com a equipe do Parque, com apoio da Secretaria de Políticas para o Desenvolvimento Sustentável, vinculada ao Ministério do Meio Ambiente. Os objetivos do conselho consultivo são: oferecer transparência para a gestão da UC por meio de controle social; contribuir para a elaboração e implantação do Plano de Manejo; e integrar a UC às comunidades, setor privado, instituições de pesquisa, ONGs, poder público, bem como às outras Áreas Protegidas situadas no entorno. A Motirõ participa deste colegiado desde 2012 e colabora, dentre outros projetos, com as discussões do GT de Comunicação para a possibilidade de criar uma organização que atue no fortalecimento das comunidades do entorno do PNSHL, para organizar os demais interessados pelo Parque e também para contribuir com o Instituto Chico Mendes na utilização sustentável de suas riquezas naturais.

CMDR PARANAGUÁ:

O Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural de Paranaguá é um colegiado consultivo orientativo e permanente outorgado pela LEI municipal Nº 2070, de 17 de dezembro de 1998. O CMDR- Paranaguá trabalha de modo a colaborar na construção de políticas e diretrizes e ações do Executivo Municipal no que concerne à produção, à preservação do meio-ambiente, ao fomento agropecuário e pesqueiro, e à organização dos agricultores e pescadores, e à regularidade do abastecimento alimentar do Município. Este conselho visa também assegurar que a comunidade agrícola e pesqueira participe da elaboração e desenvolvimento do Plano Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável. Este conselho integra o Conselho Territorial de Desenvolvimento Rural, Pesqueiro e do Artesanato do Litoral Paranaense- CORDRAP.

CMDS MATINHOS:

O Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável do Município de Matinhos é um colegiado consultivo orientativo e permanente outorgado pela Lei Municipal Nº 971, 11 DE OUTUBRO DE 2005 e alterado pela Lei LEI Nº 1733/2014. O CMDS – Matinhos trabalha de modo a colaborar na construção de políticas e diretrizes e ações do Executivo Municipal no que concerne à produção, à preservação do meio-ambiente, ao fomento agropecuário e pesqueiro, e à organização dos agricultores e pescadores, e à regularidade do abastecimento alimentar do Município. Este conselho visa também assegurar que a comunidade agrícola e pesqueira participe da elaboração e desenvolvimento do Plano Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável. Este conselho integra o Conselho Territorial de Desenvolvimento Rural, Pesqueiro e do Artesanato do Litoral Paranaense- CORDRAP. A Motirõ é membro deste colegiado desde 2014.